Skip navigation

había leído de su música, de sus bibliotecas, de su poesía concreta, de sus museos, de su pintura explosiva, de su escultura monumental; sabía de su jodidez, de la pobreza por todos lados, la prostitución, las drogas, la muerte; sabía todo eso, y juro que hubiera querido conocerlo, pero cuando llegué a río me vine a la playa, pedí una caipirinha y no me he parado desde entonces.

* * *

clic :·: descargar (magistral!)
dj nuts : pau de arara + funeral do lavrador + discurso de sebastião

{tracks, poemas, etc}

2 Comments

  1. el “mash-up” lo desmezlcamos del mix disco é cultura v3 de dj nuts. es impresionante todo él pero estos 6 minutos y medio son alucinantes. el wey no da playlist pero, que nosotos sepamos, el microset va así:

    1. batanga batanga

    2. un fragmento del discurso/sermón de sebastião que está en deus e o diabo na terra do sol, 1964, de glauber rocha, que va así:

    foi dom pedro alves que descobriu o brasil e fez a escada de pedra e de sangue. esse caminho no monte santo é pra levar até o céu o corpo e a alma dos inocente[s] […] o homem não pode ser escravo do homem, o homem tem deixar as terra, que não é dele e buscar as terra verde do céu, quem é pobre vai ficar rico […] vai ficar sozinho, por que meu irmão jesus cristo mandou um anjo guerreiro com sua lança pra cortar a cabeça dos inimigo[s] […] caminho na vereda do sertão e o sertão vai virar mar e o mar virar sertão

    3. fragmento de pau de arara con zélia barbosa (mezclado con otra versión que desconozco; el poeta es vinicius de moraes), que va así:

    eu um dia cansado que tava
    da fome que eu tinha
    eu não tinha nada
    que fome que eu tinha,
    que seca danada no meu ceará…
    eu peguei e juntei
    um restinho de coisas que eu tinha:
    duas calças velhas e uma violinha
    e num pau de arara
    toquei para cá.
    e de noite eu ficava na praia de copacabana
    zazando na praia de copacabana
    dançando o chachado pras moças olhá

    virgem santa
    que a fome era tanta
    que nem voz eu tinha
    meu deus quanta moça
    que fome que eu tinha

    mais fome que tinha no meu ceará…

    4. otro fragmento del discurso de sebastião [?]

    5. a esto sigue una versión del inquietante funeral do lavrador, también con zélia barbosa. el fragmento dice:

    esta cova em que estás
    com palmos medidos
    é a conta menor
    que tiraste em vida!

    é de bom tamanho
    nem largo nem fundo
    é a parte que te cabe
    nesse latifúndio…

    não é cova grande
    é cova medida
    é a terra que querias
    [ver] dividida

    é uma cova grande
    pra teu pouco defunto
    mas estás mais ancho
    que estavas no mundo

    é uma cova grande
    pra tua carne pouca
    mas a terra dada
    não se abre a boca

    é a parte que te cabe
    nesse latifúndio
    é a terra que querias
    ver dividida

    5. ¿?

    es hermoso.

    * * *

    la foto salió del archivo de life: clic.

    * * *

    si no se puede bajar el mp3 (pero debe poderse!) id aquí. nomás no se lo pierdan.

    • yoshimi
    • Posted January 27, 2010 at 12:55 am
    • Permalink

    hermosísimo y más cuando se baila :o)


One Trackback/Pingback

  1. […] : bonita | carla morrison : tragos de amargo licor |maría y josé : vamos a rezar mix | dj nuts : pau de arara + funeral do lavrador + discurso de sebastião (*) | el gran combo : los cuadrosos | chalino sánchez : nocturno a rosario (*) | fother muckers : […]

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: